Nosso planeta está cheio de rios que se formaram durante milhões de anos. Mas você sabe qual é o rio mais profundo do mundo? É o poderoso Rio congo.

O Rio congo recebeu esse nome pelo primeiro europeu a chegar ao rio que foi o navegador português Diogo Cão em 1482

O rio recebe o seu nome do antigo Reino do Kongo que se localizava nas terras ao redor da sua foz.

O local mais fundo do rio tem impressionantes 230 metros de profundidade na parte chamada baixo Congo.

Conheça também o lago mais profundo do mundo que também é o maior lago de água doce do mundo em volume.

Esta profundidade faz o rio Congo cerca de 64 metros mais profundo do que o segundo rio mais profundo do mundo, que é o rio Yangtze, na China.

O rio Congo se formou há cerca de 1,5 a 2 milhões de anos atrás, durante o Pleistoceno.

Tamanho do Rio Congo

O rio congo é o segundo maior rio da África (após o rio Nilo) e o nono do mundo, com uma extensão total de 4 mil e 700 km.

No entanto, esta medida inclui o rio Lualaba, que é considerado a nascente do rio Congo.

Algumas medidas também incluem o rio Chambeshi porque é um afluente do rio Lualaba. 

Quando o comprimento do Chambeshi é incluído, o rio Congo tem um comprimento de 4700 km.

O Rio Congo descarrega a uma taxa média de 426 mil metros cúbicos por segundo, dando-lhe ainda outra distinção: o segundo maior rio do mundo, por meio do volume de descarga.

Principal característica do rio Congo

Rio congo: O rio mais profundo do mundo

O rio Congo representa uma importante fonte de água para vários países da África, além de criar um ecossistema diversificado que abriga inúmeras espécies vegetais e animais.

Sua característica mais notável é a bacia do rio Congo, que abrange uma área total de 1.55 milhões de milhas quadradas e representa 13% de toda a área da África.

A bacia abriga grandes áreas úmidas que se estendem por grandes extensões de florestas tropicais não desenvolvidas.

A área é considerada o segundo pulmão do mundo (o rio Amazonas é o primeiro pulmão), o que refere o fato de que é uma importante zona de sumidouros de carbono que ajuda a prevenir a mudança climática global.

Veja também os 5 animais mais perigosas da Amazônia

Além de fornecer refúgio a espécies animais únicas, também abriga 40 milhões de pessoas.

Curso do rio Congo

As cabeceiras do rio Congo começam no leste da África Rift, que está localizado ao longo de uma zona de placa tectônica ativa.

Geólogos determinaram que a placa africana está atualmente se separando em duas placas: a núbia e a somali.

O rio Congo é formado por dois principais afluentes: o rio Lualaba e o rio Chambeshi. 

O rio Lualaba começa na região montanhosa do Rift do Leste Africano, onde é alimentado por uma série de canais, incluindo as águas do lago Mweru e do lago Tanganica.

O rio Chambeshi, que é o mais longo dos dois principais afluentes, começa na região nordeste da Zâmbia.

O Lualaba torna-se o rio Congo depois de fluir sobre as Cataratas de Boyoma, enquanto o Chambeshi se junta mais tarde a jusante.

Daqui, o rio Congo toma um caminho para o norte até chegar à cidade de Kisangani na República Democrática do Congo.

Neste ponto, o rio começa a fluir para o noroeste até chegar às cidades de Bumba e Lisala, onde começa a correr na direção sudoeste.

O rio Congo forma então uma longa seção da fronteira entre a República Democrática do Congo (RDC) e a República do Congo, e então flui de volta para a RDC por uma curta distância antes de formar a fronteira entre a RDC e Angola.

O Congo finalmente deságua no Golfo da Guiné, no Oceano Atlântico Sul, na cidade de Muanda, na RDC.

Ele forma então uma longa seção da fronteira entre a República Democrática do Congo (RDC) e a República do Congo, e então flui de volta para a RDC por uma curta distância antes de formar a fronteira entre a RDC e Angola.

E finalmente deságua no Golfo da Guiné, no Oceano Atlântico Sul, na cidade de Muanda, na RDC.

O rio Congo forma então uma longa seção da fronteira entre a República Democrática do Congo (RDC) e a República do Congo, e então flui de volta para a RDC por uma curta distância antes de formar a fronteira entre a RDC e Angola.

Finalmente deságua no Golfo da Guiné, no Oceano Atlântico Sul, na cidade de Muanda, na RDC.

Gostou de conhecer esse incrível pato eider? Conheça o canal Maiores do mundo no youtube e veja diversas curiosidades como essa.