A Codorna-Arlequim (Coturnix delegorguei) é encontrada no Quênia, Uganda, leste da Costa do Marfim e na África do Sul, exceto na bacia do Congo e na Namíbia. Elas também são encontrados na maior parte de Madagascar.

Codornas arlequim são migratórias no norte e no sul da maior parte do seu alcance.

Essas codornas são espécies tropicais terrestres que habitam campos abertos. Seu habitat e, portanto, sua distribuição é restrita por áreas florestais. No entanto, estas codornas habitarão áreas cultivadas.

Descrição física

As codornas arlequim machos têm uma máscara facial preta e branca, peito preto com penas de cor amarelada, abdômen preto e flancos de cor amarelada.

As fêmeas têm um fraco colar preto, abdômen marrom e flancos levemente corados. Estas codornas variam em comprimento de 16 a 20 cm e pesam 57 a 71 g.

Reprodução da codorna-Arlequim

Codorna-Arlequim (Coturnix delegorguei)

As codornas arlequim exibem o que é chamado de emburrecimento, por meio do qual o macho oferece um inseto para a fêmea.

O macho também levantará ligeiramente as asas e perseguirá a fêmea. Os machos são agressivos uns com os outros em preparação para a época de reprodução. O par-vínculo entre machos e fêmeas é muito forte.

O ninho das codorniz-arlequim fica na terra criados com ganhos de ervas daninhas. Normalmente, o ninho é escondido dentro da vegetação gramínea.

A fêma põe de três a nove ovos em uma ninhada. Os ovos são de cor clara ou creme a castanho-azeitona com marcas castanho-avermelhadas, castanhas escuras ou castanho-púrpura e têm 27 a 31 mm de comprimento por 22 a 25 mm de largura

A incubação dura de 17 a 18 dias. A galinha pode colocar duas a três ninhadas por temporada.

Na África Austral, estas raças de codornas fazem os ninhos de outubro a março, a maioria das criações ocorre no final de dezembro a janeiro. A chuva é o principal um fator que controla a estação de reprodução.

Os filhotes são precoces e têm uma coloração amarelada, com pesadas listras marrom-escuras e são criados pela fêmea.

Eles podem arranhar o chão por conta própria aos 13 dias de idade, e tomarão banhos de areia aos quinze dias de idade.

Comunicação e Percepção

Codorna-Arlequim (Coturnix delegorguei)

Quando isolados um do outro, os machos e as fêmeas chamam um ao outro atrvés de cantos.

Alimentação da Codorna-Arlequim

Codornas arlequim comem uma variedade de ervas daninhas e sementes de capim, incluindo milheto, mandioquinhae brotos e folhas de plantas.

Elas também comem pequenos vermes, insetos e suas larvas (como vermes brancos, vermes e larvas de farinha) e pequenos moluscos terrestres.

Funções do Ecossistema

As codornas arlequim afetam tanto as plantas que comem quanto a presa em que se alimentam.

Importância Econômica para os Humanos: Positivo

Codornas arlequim consomem sementes de ervas daninhas e ajudam a evitar o crescimento de plantas indesejáveis.

Estado de conservação da codorna-arlequim

As codornas arlequim não são listadas pela IUCN nem pela CITES. Estão sua população é considerada segura.

A codorna voa? Conheça essa incrível curiosidade.

Conheça também:

Gostou de conhecer a codorna-arlequim? Acesse o canal Maiores do mundo no youtube e veja diversas curiosidades como essa.