Os cães ou cachorros são considerados o melhor amigo do homem, porém existem muitas raças perigosas. Conheça hoje as 10 raças de cachorros mais perigosos do mundo.

Esses animais podem matar uma pessoa facilmente e são muitos usados como cães de guarda.

10. Cão Akbash

Poderoso e perigoso para os inimigos, o akbash não é apenas um duro guardião das ovelhas. Para um homem que ama e entende cães, é acima de tudo um animal inteligente e dedicado.

Parece que o akbash, ao contrário de muitas outras raças de cães, estabelece laços emocionais muito fortes com o seu cuidador humano, mas também com os companheiros de animais.

Portanto, apesar do fato de estar incluído na lista de raças agressivas de cães, seu caráter é muito complexo e não é óbvio.

É um cachorro incrível e por isso ocupa a 10 posição.

09. Tosa Inu 

Tosa Inu é um cão de tamanho grande com um porte imponente e construção robusta. Tem orelhas pendentes, pelagem curta e focinho quadrado.

O temperamento é marcado pela paciência, compostura, audácia e coragem. A altura, os machos devem possuir no mínimo 60 cm.

É considera-se uma raça perigosa a tal ponto que em muitos países a lei proíbe sua posse.

08. Cão de presa maiorquino

Originalmente, esta raça destinava-se a touradas e a lutar com outros cães. Hoje em dia, esses cães agem como cães guardiões.

O cão de presa maiorquino é um cão equilibrado e calmo, que pode cooperar bem com o homem, mas requer orientação consistente e, em seguida, será fiel e dedicado.

O que é interessante nessa raça é que gosta da companhia de crianças. Mas sem treinamento, tende a ser agressivo. Desde a sua juventude, deveria estar acostumado com a presença de outros animais.

É uma raça impressionante e por isso ocupa a oitava posição na lista dos cachorros mais perigosos do mundo.

07. Dogue canário

O cão Canário é oficialmente classificado como uma raça agressiva de cães. Evidentemente, pode ser agressivo, mas deve-se notar que tais casos são raros.

A disposição deste cão poderoso e mentalmente forte é influenciada principalmente pela criação e pelo nível de socialização. Ambas estas coisas são da inteira responsabilidade do guardião dos animais.

Naturalmente, como em qualquer outra raça, há indivíduos mais perigosos. No caso do Dogue Canário, no entanto, uma atenção especial deve ser dada à educação, porque um cão mal criado, apesar de sua inteligência, pode se mostrar realmente perigoso.

É um cachorro que pode ser bem perigoso e por isso ocupa a sétima posição.

06. Pastor Caucasiano

Existem várias semelhanças entre ele e o urso. Ambas as criaturas são poderosas, fortes e, no que diz respeito a pedir carinho.

No entanto, ninguém sério tentaria fazer carinho em um urso e, não recomendamos isso, no caso de um pastor caucasiano.

Embora bonito e sábio, para a maioria das pessoas não é adequado como membro da família. Embora todos os amantes de cães vejam nele um enorme potencial e inteligência, mas eles também uma personalidade desenfreada como o fogo.

Cachorro com forte personalidade e por isso ocupa a sexta posição

05. Cão de Guarda de Moscou

Um cruzamento entre dois melaços – um cão de pastor caucasiano e um cão de São Bernardo. Uma raça gentil gigante ou agressiva?

O cão de guarda de Moscou foi desenvolvido por criadores russos que queriam desenvolver uma raça grande e resistente com um forte instinto de guardião, que, no entanto, era para ser obediente e cooperar bem com um homem.

Depois da Segunda Guerra Mundial, os criadores começaram a fazer experiências para alcançar seu objetivo.

O resultado foi esse incrível cão poderoso e que pode ser bem agressivo e perigoso. é um cão poderoso e por isso ocupa a quinta posição.

04. Buldogue Americano

Os ancestrais dos buldogues americanos de hoje eram muito úteis para pequenos agricultores e criadores que usavam esses cães como guardiões, caçadores de ursos, caçadores de javalis, guaxinins e esquilos.

Além dessas atividades, os buldogues americanos originais estavam envolvidos em batalhas sangrentas contra outros cães e também foram projetados para farejar grandes animais, como ursos e touros na arena.

Os animais atuais herdaram as características de seus antepassados que os tornam cães impressionantes e por isso ocupam nossa quarta posição.

03. American Pit Bull Terrier

A falta de conhecimento sobre esta raça, causou que hoje em dia seja associado com pelo menos hostil.

Um forte instinto de luta é mantido por muitos, e até mesmo fortalecido pela educação inadequada, por exemplo, envolvendo o cão em combate.

Poucas pessoas sabem, no entanto, que o American Pit Bull Terrier pode ser um ótimo cão de família quando bem adestrado.

02. Rottweiler

Sua personalidade forte só pode ser aproveitada pela personalidade igualmente forte do proprietário e do técnico.

Um cachorro com dois rostos: pode amar as crianças, mas também pode atacar um estranho.

Ao contrário das aparências, o Rottweiler é muito exigente – mas a paciência será recompensada por um gigante dedicado e amoroso.

São bastante fortes e perigosos e por isso ocupa a segunda posição dos cachorros mais perigosos do mundo.

01. Dogo Argentino

O dogo argentino, também conhecido como o Mastim Argentino, é uma das raças de cães consideradas agressivas.

Mas existem muitas outras qualidades em seu caráter que fazem dele um companheiro amoroso e um defensor dedicado.

Ter esse cão como guarda-costas é muito apreciado e em caso de perigo, o cão pode lutar contra o oponente até a morte.

Isso, por sua vez, também é um sinal de grande resistência, mas também de lealdade aos cuidadores.

São considerados como um monstro perigoso por muitas pessoas, mas ele é muito mais que apenas isso.

O cão argentino é um dos mais incríveis e perigosos cães do mundo e por isso ocupa nossa quarta posição.

Conheça tudo sobre a Raça doberman

E ai gostou de conheça os 10 cachorros mais perigosos do mundo? Conheça o canal Maiotes do Mundo no youtube, vídeos bem legais para você.